Filha da vida

Me perguntei: por que a vida está se expressando com tanto movimento através de mim? Que fogo é esse que traz tantas mudanças e processos encadeados que vão tecendo jornadas?


Às vezes esse vento me leva rápido demais, mas depois me aterra e permite integrar na consciência e no corpo toda a volta na espiral da percepção.


Como terapeuta esses processos me levam a saltos de percepção e conexão com a mente, o campo energético e emocional dos pacientes e todas as pessoas que me relaciono.


Movimenta minhas águas internas e me abre para servir com minha própria biografia com as revelações e experiências que a vida apresenta através dessa pessoalidade Taiana.


Assim fui me conectando e afinando a percepção dos chamados dessa força que impulsiona movimentos e, às vezes, também recolhimento.


Fui ancorando no corpo a sabedoria de sentir quase que um impulso, um saber que chega e se faz presente no corpo sobre o que deve ser movimentado agora,

uma sabedoria que está especialmente disponível para o corpo mulher. Quando entregamos o corpo e nossa história para a força da vida ela nos toma e nos guia.


Foto @giselleflissak


Compartilhando com muitas amigas e irmãs do caminho percebo que essa força está chegando para várias, como numa ressonância mórfica, a força da vida se tece no espaço invisível que permeia tudo, retornando para os corpos mulher, reconhecendo suas filhas e nos convocando para esse serviço.


Mulheres selvagens entregues à força da vida, é chegado o tempo!


Em honra a tantas que já iniciaram esse caminho, que morreram por sustentar esse saber, a tantas que encontro no caminho e me fortalecem, a todas que vieram antes de mim na minha ancestralidade, pego o bastão e continuo de onde vocês pararam.


Profunda gratidão por ser filha da vida.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tempo Rei