O que é evolução?

Tenho refletido muito sobre um tema que está cada vez mais acessível e urgente: a revolução tecnológica e o futuro.


O cenário que será vivido nas próximas décadas nos coloca numa situação um pouco angustiante, mas ao mesmo tempo excitante: carros que dirigem sozinhos, realidade virtual, sistemas cada vez mais inteligentes que nos ajudarão a poupar tempo e recursos, assim como intervenções cirúrgicas e possibilidades de tratamentos e reabilitação cada vez mais amplas.


Por outro lado, a diminuição de necessidade de mão-de-obra humana, a escassez de matéria-prima da natureza para suportar tal demanda e os crescentes índices de depressão e suicídio nos indicam que não estamos acompanhando esta evolução tão bem assim.


Claro que estamos passando por uma fase de transição, por isso considero que estamos num ponto crucial da evolução da humanidade.


Já tem algum tempo que acompanho as ideias de alguns futuristas, pessoas que estão antecipando o panorama e abrindo diálogos construtivos para nos prepararmos para o que virá.



Pois é, não adianta pensar que em 30 anos você vai se aposentar, que isso não tem nada a ver com você. Vivemos numa época que é impossível prever a velocidade do desenvolvimento e transformação do nosso modo de vida. No último século passamos por uma profunda transformação, mas o que viveremos neste século será exponencial.


Participei de uma palestra muito interessante sobre este tema, o Silvio Meira era o convidado (não sabe quem é ele? Dá um click aqui!). Ele é um dos nomes no Brasil que está ajudando a programar o futuro – literalmente. Ele traz uma visão otimista de todas as possiblidades, mas também traz a pauta da necessidade de aprimoramento do ser humano, para acompanhar todo o cenário e usufruir dele.


Também tenho muito interesse nos avanços e nas infinitas possibilidades da física quântica na nossa realidade. E ouvi da boca dele a seguinte frase em tradução livre minha (ele é brasileiro, mas a palestra foi em inglês): “A verdadeira revolução tecnológica será a revolução da física quântica. Apesar de toda evolução científica ainda não sabemos nada sobre as possibilidades de expansão com a física quântica, e sabemos muito pouco sobre o cérebro.” Uhuuuu! Me segurei para não comemorar! 😊


É incrível o que temos para viver daqui pra frente! Mas todas essas possibilidades só serão aproveitadas ao máximo em conjunto com a revolução da consciência. Só assim vamos poder atuar melhor através da tecnologia, fazer um uso correto dela e poder expandir nossa potencialidade como seres humanos.



O medo de perder para as máquinas vem da sensação e da crença de não ter controle de si. Se olharmos para dentro ao mesmo tempo que olhamos para as máquinas vamos poder escolher o que e como queremos que elas nos ajudem.


Tem muita coisa sendo feita nesse sentido também. Muitas pesquisas na área da medicina mente-corpo e da consciência, e muitas ferramentas de aprimoramento humano a um click de distância! Temos que honrar a época que vivemos, que nos permite adquirir conhecimento com muito mais facilidade, como em nenhuma outra época até agora, temos acesso à tudo que já foi e que está sendo pensado, feito, vivido, tudo a um click.


Se investirmos no nosso desenvolvimento integral poderemos escolher nós mesmos gerenciarmos nossas emoções e não delegar à um programa num microchip. Por enquanto estamos usando os medicamentos como muletas, enquanto estamos aprendendo a nos conhecer melhor. Mas o que adianta levar a vida humana para marte se ainda não descobrimos como ajudar as pessoas que não têm motivação para viver? Estamos fugindo pra marte por quê?


Afinal, o que é evolução pra você?


Finalizo com uma frase de Spinoza:

“Não se domina um corpo alegre.”

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tempo Rei